Desconhece-se a sua origem, mas esta é já considerada uma tradição única no país. Talvez até no mundo. Todos os anos, em finais de setembro e início de outubro, Reguengo do Fetal (Batalha), transforma-se num mar imenso de milhares de cascas iluminadas, na celebração da Procissão dos Caracóis. As festividades são em honra de Nossa Senhora do Fetal e, para cumprir a tradição de iluminar ruas, encostas e paisagem envolvente, os preparativos começam na primavera. Recolhidas por voluntários, são lavadas milhares de cascas e, no dia da cerimónia, são posicionadas estrategicamente, pelos habitantes (com recurso a barro ou areia), e espalhadas pelos terrenos, paredes ou muros na rota por onde passa a procissão. Horas antes do início, as cascas são enchidas com azeite e é colocado o pavio em algodão. A iluminação pública é apagada e, nas ruas fica apenas a luz das cascas dos caracóis. Uma luz de fé e a devoção protagonizada por cascas de caracóis, neste cortejo de beleza ímpar. ​​​​​​​
Back to Top